Sangue na Guelra

Sobre

O Sangue é experimentação. É criação.

O Sangue é novo; está farto das coisas que funcionam. É punk.

O Sangue é inspirador e desafiante.

Gosta de quebrar as regras, de arriscar e voltar a tentar.

O Sangue é freestyle, não gosta de ideias feitas, funciona como um animal selvagem com muitas cabeças.

É plural, inventivo e inquieto. O Sangue é conhecimento e pensar;

promove a sustentabilidade, os produtos e os produtores.

O Sangue é entreajuda, debate e partilha.

O Sangue é o movimento da nova cozinha portuguesa.

Este é o espírito Sangue na Guelra!

O Sangue na Guelra consiste em desafiar jovens talentos a pensar o vasto universo da comida e da gastronomia, a procurar as suas próprias ideias, a ousar explorar e misturar ingredientes e a trabalhá-los de forma criativa e inspiradora. Em síntese, este evento é um espaço descontraído de intercâmbio de experiências, de práticas e de conhecimento, mas também um momento para a inquietação e reflexão.

Da cozinha para o serviço de sala, o desafio continua, com o mesmo rigor e exigência. O Sangue na Guelra reúne jovens estudantes e estagiários de hotelaria com profissionais experientes e responsáveis pelo serviço dos melhores restaurantes em Portugal. Juntos concluem o percurso de um prato até à mesa.

Os produtos e os produtores nacionais são outro elo determinante nesta cadeia virtuosa. O Sangue na Guelra orgulha-se de lhes prestar uma justa homenagem: 90% dos produtos e ingredientes utilizados pelos chefs convidados são portugueses. Conhecer e respeitar as origens, reinterpretar e renovar a essência de uma culinária, a memória e o património de produto é fundamental numa cultura gastronómica. Cozinheiros e produtores partilham esta missão.

Equipa

Ana Músico

Formada em Filosofia, colaborou com diversos jornais e revistas de referência em Portugal. Foi responsável pela Comunicação de duas edições do Festival Internacional de Gastronomia do Vila Joya (Algarve) , para o qual cocriou e editou a revista Black Mail, um magazine diário do festival. Fundadora e diretora criativa da agência Amuse Bouche. Cocriadora e coorganizadora do Sangue na Guelra.

Paulo Barata

Fotojornalista de formação, trabalha com alguns dos chefs mais importantes do país e da cozinha internacional, em reportagem e em projetos pessoais, fotografando pratos, bastidores, equipas, retratos. Desenvolve projetos editoriais de autor e colabora com diversas publicações de prestígio, dentro e fora de portas, como a revista Cook Inc., Up TAP Magazine, Volta ao Mundo, Evasões, Notícias Magazine e Fugas – Público. É cocriador e coorganizador do Sangue na Guelra.