Sangue na Guelra

5, 6 e 7 Maio no HUB Criativo do Beato

Sangue na Guelra 2017

Download Programação

A 5ª edição do Sangue na Guelra arrancou com o III Simpósio Sangue na Guelra, no HUB Criativo do Beato, no dia 5 de Maio.

 

 

Simpósio ‘Cozinha Portuguesa. E agora?’

 

Chefs, produtores, cientistas, jornalistas, pensadores, consumidores, empresários, gastrónomos e toda a comunidade uniu-se para pensar a cozinha que fazemos — e consumimos — e os caminhos que queremos trilhar juntos no futuro.
 
Neste espírito, lançámos a cozinheiros portugueses de referência um desafio inédito: trabalhar em conjunto alguns temas essenciais da nossa cozinha. E os chefs aderiram com um enorme entusiasmo. Ao longo dos últimos meses, Henrique Sá Pessoa, José Avillez, Alexandre Silva, João Rodrigues, Milton Anes, Kiko Martins, Hugo Nascimento, Pedro Pena Bastos, Tiago Bonito, Luís Barradas, Leandro Carreira, Hugo Brito, Manuel Maldonado, Tiago Feio, Rodrigo Castelo, David Jesus e Carlos Fernandes partilharam experiências, dúvidas, saberes e inquietações com o público.
 
A este painel de luxo juntou-se Nuno Mendes, o carismático chef lisboeta que tornou a gastronomia portuguesa um caso de sucesso britânico, para discutir o impacto da nova gastronomia portuguesa no contexto internacional.
 
Também o incontornável jornalista e curador gastronómico Andrea Petrini, um dos nomes mais respeitados e influentes da cena gastronómica mundial, subiu ao palco para falar sobre a sua vasta experiência nesta área.
 
Maria de Lourdes Modesto, autora de livros de referência da cozinha tradicional e mentora de várias gerações de gastrónomos portugueses, e Duarte Calvão, crítico gastronómico e diretor do Peixe em Lisboa, juntaram-se para debater o papel da tradição culinária na senda da modernidade.
 
Chegou o momento de estabelecer as bases de um movimento colectivo que defina os princípios da nossa cozinha e proteja os produtos e produtores, as técnicas, os profissionais e o saber fazer que lhe conferem solidez e identidade, garantindo que este conhecimento não é privilégio de alguns mas um direito de todos. Por isso, dinamizámos a discussão num grupo de pessoas profundamente ligadas à gastronomia portuguesa que, em conjunto, delineou os seus princípios básicos. Chamámos-lhe Manifesto para a Cozinha Portuguesa 0.0! Para ler (e subscrever) aqui

 

5 de Maio, III Simpósio Sangue na Guelra

 

Blood n’Guts Lisboa Food Festival

 

Nos dias 6 e 7 de Maio, a boa disposição foi o ingrediente principal na primeira edição do Blood n’Guts Lisboa Food Festival, o festival de comida de rua do Sangue na Guelra que teve lugar no HUB Criativo do Beato.

Mais de 20 cozinheiros de excepção inspiraram-se nos saberes e sabores da tradição para apresentar sugestões inovadoras e deliciosas. O Esporão, nosso parceiro de vinhos exclusivo, propôs várias referências de tintos e brancos, servidos a copo. Também a KIA, nosso parceiro de mobilidade, desafiou os participantes a fazer um test drive dos automóveis mais populares e mais recentes da marca.

 

6 de Maio, 1º dia Lisboa Food Festival


 

7 de Maio, 2º dia Lisboa Food Festival

 

Jantares Young Chefs with Guts

 

14 de Maio, 1300 Taberna

 

15 de Maio, Alma

 

16 de Maio, Varanda Ritz Four Seasons

 

22 de Maio, jantar “O Rio”, 1300 Taberna

 

Chefs

  • Carlos Fernandes

    , Michelin

    Sou o mais novo dos convidados do Sangue na Guelra, trabalho em Tenerife, Espanha, no restaurante M.B. (Martin Berasategui), distinguido com duas estrelas Michelin. Estudei na Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa, trabalhei no Hotel Lapa Palace, parti para Espanha e estou desde 2012 nas Canárias. Recebi com surpresa o convite para fazer parte do Sangue na Guelra e prometo extravagância, técnica e arriscar com muitas ganas! Uma das minhas maiores inspirações é o Francisco Gomes, o convidado de pastelaria da segunda noite deste evento, estamos entre amigos, portanto.

Pratos

As maravilhas dos nossos chefs

teve o patrocinio de